sobre collage: "Este fascínio a que aludimos (sua fascinação e sua erótica) decorre da função simbólica da imagem (como linguagem da experiência vivenciada mesmo) e que revista, subvertida, revolucionada na sua forma poética/plástica, readquire o sensível". Sérgio Lima, 1984

16.9.08

Colagem na galeria II - Chances in Seres, Serão !?


Dia 6 de setembro aconteceu a abertura da exposição "Seres, serão!?" do grupo Artíficus, formado em 2007 pelos artistas: Claudia Oliveira, Clayton Ribeiro, Luciana Leite, Ricardo Martins e Verônica Pereira, universitários que pesquisam as artes plásticas.

Estão expostas séries produzidas nos últimos três anos por cada membro do grupo, com o uso das seguintes linguagens: desenho, escultura, instalação e xilogravura. Através da expressão humana ou de soluções poéticas. Cada artista explora questões sobre o tempo em que vivemos e as transformações da humanidade. O diálogo entre esses trabalhos resultou na relação das surpresas e dúvidas da vida de cada ser.

A exposição conta ainda com a intervenção "Chances" da Cia. É-Voraz de Artes Cênicas, realizada junto ao público na ocasião da abertura. Com uso da linguagem teatral, e da collage. A Cia. formada por Aline Karen Fonseca (Miojo), Everton Lampe, Luiz Ventania, Nelson Medeiros, Adriano Castelo Branco, Beatriz Hanssen e Verônica Pereira, quis com a obra dar novas possibilidades de interpretação a imagens antes inseridas em outros contextos.

As obras estarão expostas até dia 30 de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h, e sábado, das 9h às 13h, exceto feriados. Local: espaço de exposições da biblioteca Monteiro Lobato, rua João Gonçalves, centro de Guarulhos. Informações: 6408-3767 / 6409-1355 .



recortes da exposição:


Instalações de Verônica Pereira











Desenhos de Clayton Ribeiro


















Esculturas de Ricardo Martins









Xilogravuras de
Luciana Leite e Claudia Oliveira





















________________________________________________________________


Na abertura convidados pelos Artíficus, o público junto a Cia. É-Voraz de Artes Cênicas
paticipou da intervenção "Chances"


Chance: ocasião favorável, oportunidade... é preciso que cada imagem, objeto, movimento, pulso, alma... tenham novas.

Qual a resposta do artista ao ser questionado sobre seu processo de criação e creação - produção da arte...
antes de uma simples resposta de palavras é necessário que o perguntador experimente, sinta, estranhe e assim, somente assim se apaixone.

Aline Miojo
Cia. É-Voraz


















































A Cia. É-Voraz agradece de coração o convite
e parabeniza os Artíficus pelo belíssimo trabalho!

fotos: intervenção: Beatriz Hanssen / obras: Aline Miojo

6 comentários:

BEDOYA disse...

essa intervenção provavelmente foi surpreendente..parabéns ao grupo...Aline você é uma artísta fantastica....beijão

Mizu disse...

Admiro muito tudo isso... Transformar algo q até então parecia tão banal... em algo extremamente intrigante e expressivo não é p/ qlquer um... somente um Artista p/ mudar a visão de tanta gente... Incluindo... eu.

Débora Kikuti disse...

Ai, que eu perdi essa!!!
Tenho certeza que foi bom demais... Adoro vocês, se esparramando pela cidade, colando todos os caquinhos de gentes...
Grande beijo!

Claudio disse...

É muito bom quando boas idéias plásticas conseguem se encontrar e conversar com outras linguagens, como ocorreu com esse trabalho de vcs!!!! Parabens Galera, adorei aquele dia!!!!! abraço!!!!!

Cia Teatral Palco de Brincadeiras disse...

MERDA ao É-voraz!
e ao Artíficus

Gostaria de ter visto isso...
Muita arte em Guarulhos
e de qualidade.


Felipe

Clayton Ribeiro disse...

Miojo, parabéns ao grupo, realmente a performance ficou ótima. Conte com o Artíficus em outros trabalhos.
Gostei do blog !
Bjos.
Clayton Ribeiro

Colar me faz bem!

todos esses trabalhos são feitos com recortes de revistas
que precisavam de uma nova chance.

todas essas imagens foram revistas das revistas e revisitadas algumas vezes até virem para cá.

todas as composições foram em nome de algum impulso e incontrolavelmente precisaram ser produzidas!

tudo, todos e todas esperam para serem vistos e revistos por seu olhar... Olhe, veja!

Aline Fonseca